Portugal / Português
You're looking at the Português version of the website. Don’t worry. We’ve all taken a wrong turn before. Choose a different version of the website here.

Todas juntas agora Comemora o Dia Internacional da Mulher com mulheres ciclistas de todo o mundo

Todas juntas agora Comemora o Dia Internacional da Mulher com mulheres ciclistas de todo o mundo

Uma mulher em Manchester monta na bicicleta para entregar comida e medicamentos durante o confinamento. Um Paralímpico em Colorado Springs sai para uma volta de treino. Uma mãe em Cleveland organiza um passeio tranquilo para ciclistas da sua comunidade que se iniciam.

Para as mulheres de todo o mundo, as bicicletas são uma fonte de liberdade, de resistência e unidade, até mesmo nas circunstâncias mais difíceis. Mas, como qualquer ciclista sabe, dar a primeira pedalada pode ser a parte mais difícil de qualquer aventura.

Se alguma vez te fizeram sentir mal ou fora do teu lugar numa volta de grupo ou numa loja de bicicletas, não estás sozinha. Há mulheres em todos os cantos do mundo a pedalar e a torcer por ti.

Conhece algumas destas mulheres e celebra o Dia Internacional da Mulher ao receber hoje uma nova ciclista na comunidade do ciclismo.

Día Internacional de la Mujer
Melanie Santos | Triatleta profissional Embaixadora Trek | Portugal

“O ciclismo significa liberdade. Posso sair e divertir-me, afastar-me de tudo e desfrutar do meu pequeno mundo. O ciclismo é mais do que apenas um desporto. Oferece-nos a oportunidade de conhecer pessoas, de pedalar até longe e conhecer novas aventuras, de preferência entre o mar e as montanhas.
Nós, mulheres, podemos ser destemidas, corajosas, podemos ser competitivas, mas ao mesmo tempo, apoiamo-nos mutuamente. Além disso, ficamos muito bonitas e sexy a andar de bicicleta.
A minha volta favorita é em qualquer estrada tranquila e sem tráfego pelo meio da floresta e junto ao mar.”

Dia Internacional de La Mujer
Sara Carmona | Embaixadora da Trek | Espaha

“O ciclismo, para mim, é algo mais do que praticar desporto, é conviver com outros ciclistas, é conhecer e poder visitar lugares maravilhosos, é aceitar o desafio e sentir o poder sempre que me monto na bicicleta, é acima de tudo A MINHA VIDA.”

Día Internacional de la Mujer
Elsa Biancardini | Embaixadora da Trek |França

“O ciclismo é sobre tudo superação, força e uma via de fuga. O desporto, em geral, é um modo de vida, mas o ciclismo é ainda mais. A forma como andas reflete o nosso estado de espírito na altura. Além disso, é um desporto que te permite conhecer pessoas, viver aventuras e descobrir lugares incríveis.”

Día Internacional de la Mujer
María Herrera | Piloto de motos e embaixadora da Trek | Espanha

“O ciclismo para mim significa desligar do mundo, só pensar em desfrutar. A bicicleta deixa-me em forma para a minha temporada nas motos e também me faz ver novos lugares a praticar desporto, que adoro. Sou muito competitiva, e quando vejo todas as mulheres que competem e quão fortes elas são, motivam-me a ser como elas e faz com que dê sempre o meu melhor em cada treino.”

Latoya Shauntay Snell | Embaixadora Trek | NYC, USA

“Como mulher negra de tamanho grande, percebo o poder da minha presença. Penso frequentemente o quão poderoso seria ver mais pessoas parecidas comigo em desportos de endurance. Por quantos sítios eu não me teria aventurado há alguns anos ou quantos medos eu teria afastado se tivesse tido acesso a uma plataforma que me permitisse ver além das ruas a que chamo casa.”

Ariana Dormitorio | Campeã Nacional de Ciclismo de Montanha das Filipinas e Campeã de Ciclismo de Montanha Asiática | Filipinas

“Num desporto dominado pelos homens, esforço-me para inspirar mais mulheres a pedalar e mostrar que se podem divertir e serem raparigas na mesma enquanto praticam um desporto ao ar livre. Existem ainda hoje em dia muitas ideias equívocas, mas acredito ser um dos meus deveres acabar com esses equívocos e romper barreiras.”

Diana Hildebrand | Embaixadora Trek | Ohio, USA

“Como mulheres, inspiramo-nos umas às outras todos os dias, mas, ser uma mulher ciclista adiciona outro nível de Ferocidade, com “F” maiúsculo!! Estamo-nos a tornar uma voz forte que luta pela inclusão dentro da indústria do ciclismo. A defender e a debater quando se abordam temas como infraestruturas, segurança e a romper as barreiras sócio-económicas. Estamos a inspirar, mais do que nunca, as jovens raparigas a tentar algo considerado “fora da caixa” e a reivindicarem isso como sendo delas.”

Sarah Alsammak | Embaixadora Trek | Barein

“A primeira vez que andei de bicicleta foi em Victoria, Colúmbia Britânica (Canadá), nas férias de verão da minha família. Quando voltei ao Barein foi difícil começar a pedalar porque não via outras raparigas do Barein a fazê-lo. Mas em 2006 conheci a minha primeira amiga ciclista e acabei por pedalar imenso com ela. Quando as redes sociais começaram a entrar naquela zona, comecei a publicar mais fotos de mim a pedalar e comecei a ser contactada por mais raparigas do Barein a perguntar acerca do ciclismo e se podiam juntar-se às minhas voltas. Começámos com cinco raparigas e demos o nome de Abelhas do Ciclismo ao grupo, após ter tido a minha Madone amarelo vivo e preto. Agora temos pelo menos 50 mulheres ciclistas a aparecer todas as semanas!”

Tayler Wiles | Atleta Trek-Segafredo | Califórnia, EUA

“As minhas colegas de equipa inspiram-me a progredir mais do que eu pensava ser possível. Fazemos tanto umas pelas outras, vamos tão a fundo, e é realmente incrível a sensação de pertencer a uma equipa como esta.  Também tive o prazer de conhecer tantas mulheres incríveis no ciclismo sem ser em competição. Conheci algumas das minhas mais queridas amigas através do ciclismo. Também adoro o facto do ciclismo ser um desporto a que podes pertencer para sempre. A idade não te limita. Já fui batida por muitas mulheres fortes que são bem mais velhas do que eu!”

Melissa Stockwell | Triatleta Trek, Atleta Paralímpica | Colorado, EUA

“O ciclismo dá-me a liberdade para fugir de tudo o resto que a vida traz e apenas sentir a estrada, o vento e o sol na minha cara. Depois de ficar sem uma perna, aprender a pedalar novamente com apenas uma perna foi a sensação mais libertadora, ao provar a mim mesma com cada pedalada que ainda podia ir para a rua e fazer qualquer coisa que quisesse fazer.”

Sarah Galligan | Embaixadora Trek | Manchester, UK

“O ciclismo capacitou-me e ensinou-me qualidades de liderança. E porque não gosto de desequilíbrios de poder, quero capacitar outras mulheres com o ciclismo. Sei que serem líderes nas voltas e do clube de ciclismo as vai ajudar fora da modalidade. É por isso que sinto orgulho em fazer parte do Grupo Consultivo para a Diversidade e Inclusão da Federação de Ciclismo Britânica. Eu consigo perceber como é que o ciclismo pode ser utilizado para capacitar as mulheres e as minorias nas nossas comunidades.”

Tanisha Critchlow | Embaixadora Trek | NYC, EUA

“O ciclismo tem-me oferecido a possibilidade de visitar novos sítios, conhecer mais pessoas, manter-me ativa, ser desafiada e encontrar paz de espírito pelo caminho. Quando estou a pedalar, sei que vai ser sempre um dia fantástico, seja qual for a dificuldade da volta.”

Yasmeen Watson | Embaixadora Trek | Pensilvânia, EUA

“Ver todos os tipos de mulheres, de diferentes contextos e com diferentes experiências a sair para pedalar tem sido o combustível de que preciso para a minha própria jornada no ciclismo. Aprendi que a idade, a etnia, o tamanho ou quaisquer outros fatores não podem afastar as mulheres da estrada e adoro testemunhar isso mesmo.”

Mikayla Parton | Atleta Trek | Fort Williams, Escócia

“Ver outras mulheres a conquistarem certos segmentos num circuito ou a fazerem um tempo melhor é realmente inspirador e leva-me a pensar que também o posso fazer. Ver a Casey Brown a competir em Proving Grounds foi incrível e mostra realmente o que as mulheres são capazes de fazer no ciclismo de montanha.”

Marijn de Vries | Embaixadora Trek | Holanda

“Comecei a pedalar quando tinha 28 anos. Quando tinha 30, a Leontien van Moorsel convidou-me para treinar com a sua equipa Feminina UCI. A Marianne Vos encorajou-me a começar a competir. “Nunca se é demasiado velha”, disse ela. A idade não é importante no pelotão profissional feminino. Fui profissional durante seis anos, mas tenho a certeza que não teria conseguido sem o encorajamento das melhores do mundo.”

Vali Höll | Equipa de Competição Trek RockShox | Áustria

“O ciclismo é a melhor forma de me expressar. Sou uma pessoa muito tímida quando estou com novas pessoas e não sou muito faladora com pessoas que não conheço. Mas quando conheço pessoas que pedalam é logo muito mais fácil para mim falar e encontrar assuntos para conversarmos.”

Vestuário de ciclismo Bontrager

Encontra toda a roupa de ciclismo para estrada, montanha, e cidade, para homem, mulher e criança, que garante comodidade, funcionalidade e estilo. Equipa-te com jerseys, calções com e sem alças, casacos e peças térmicas da Bontrager.
VER A COLEÇÃO

About the Author: Trek

A nossa missão: fabricamos apenas produtos que adoramos, oferecemos uma hospitalidade incrível aos nossos clientes e mudamos o mundo ao colocar mais pessoas a andar de bicicleta.