Portugal / Português
You're looking at the Português version of the website. Don’t worry. We’ve all taken a wrong turn before. Choose a different version of the website here.

O guia para participares na tua primeira prova de gravel Prepara-te para pedalar por estradas longas e de terra

O guia para participares na tua primeira prova de gravel Prepara-te para pedalar por estradas longas e de terra

De pequenos começos muitas vezes nascem coisas importantes. Mais do que nunca, isto verifica-se quando observamos as provas de gravel. Algumas das mais importantes da atualidade tiveram um início com poucos participantes na linha de partida mas, com o passar dos anos, têm registado um grande crescimento e agora atraem milhares de ciclistas em todo o mundo.

Mas, o que são mesmo as provas de gravel e como podes preparar-te para a tua primeira? De forma simples, as provas de gravel são competições de ciclismo que se realizam em estradas de gravilha, terra batida e estradas com diversos tipos de pavimento. As condições podem ser exigentes, mas muitas corridas têm diversas opções de distâncias (desde 30 km a centenas de quilómetros) para receber todos os tipos de ciclistas. Independentemente da opção por participar numa curta ou longa distância, as provas de gravel permitem desfrutar de uma experiência única, com pessoas incríveis e paisagens maravilhosas. É fácil começar, mas requer algum planeamento. Vamos analisar o equipamento necessário, como encontrar a prova adequada e como treinar para a essa competição, o que levar no dia e o que podes esperar da tua primeira prova de gravel para que ires para a linha de partida com toda a confiança.

>> Descobre a nova Trek Checkpoint

>> Descobre as Bicicletas de Gravel

Kit de ferramentas Pro Ratchet aberto a mostrar todas as ferramentas incluídas

Vai preparado para qualquer imprevisto na estrada com o um kit de ferramentas.

Trek Checkpoint encostada a uma vedação

Queres a melhor bicicleta para gravel? Descobre a nova Trek Checkpoint.

Bolsos de trás de um ciclista com géis, gomas e barras de granola

Leva toda a nutrição necessária durante a prova.

O que precisas
1. A tua bicicleta

Embora possas encontrar muitos ciclistas com bicicletas de gravel topo de gama, como a nova Trek Checkpoint, provavelmente já tens uma bicicleta capaz de fazer um bom trabalho na tua primeira prova de gravel. Uma bicicleta de montanha de hardtail, bicicleta urbana ou bicicleta de estrada (com espaço para pneus mais largos) conseguem cumprir bem a tarefa e permitem uma primeira experiência antes de decidir se queres investir numa bicicleta concebida especificamente para gravel. Faz um teste com a tua bicicleta num percurso local (podes encontrar em GravelMap.com) para garantir que é adequada para a prova.

2. O kit perfeito

Quer gostes de licra ou prefiras um kit com corte mais largo, recomendamos que o jersey e calções sejam feitos de tecido respirável, absorvam a transpiração e mantenham o conforto durante percursos longos. Se apresentarem vários bolsos para levar ferramentas e nutrição, é uma vantagem adicional.

Se gostas de vestuário de ciclismo mais justo, os Calções Com Alças Bontrager Circuit e o Jersey Bontrager Circuit LTD são perfeitos para aventuras de gravel. Se preferes um vestuário mais largo, os Calções de Ciclismo Bontrager Adventure e o Jersey Henley de Composto de Lã Bontrager Adventure são excelentes opções.

3. Prepara-te com conforto

Não importa se é uma prova de gravel de 30 km ou uma aventura épica de 200 km, prometemos que os teus ossos vão agradecer por dedicares algum tempo até encontrares o selim certo. A estrutura óssea varia ligeiramente de pessoa para pessoa e, por essa razão, deves visitar uma loja Trek local para falar com um especialista e encontrar o selim perfeito para a tua primeira prova de gravel. Se não for possível ir a uma loja Trek local, utiliza o guia de selins Trek para conhecer todas as opções e escolher o selim certo para ti.

4. Hidratação

Pode parecer bastante óbvio mas é essencial levar bastante água ou bebidas isotónicas para as corridas de gravel. A maioria dos percursos e corridas de gravel apresentam menos zonas de apoio e abastecimento do que as provas de estrada e montanha. Por isso, é importante levar bastante água para te manteres bem hidratado, em especial, em condições mais secas e exigentes. Antes de começar, leva um bidão em cada porta-bidões da tua bicicleta e um bidão adicional para o bolso do teu jersey.

5. Nutrição

Mesmo que habitualmente só comas quando tens fome, as exigências das provas de gravel podem provocar exaustão quando atinges um défice calórico. Por esse motivo, recomendamos que comas, pelo menos, uma vez por cada hora durante a prova, mesmo que não tenhas fome, para evitares a exaustão e a quebra de energia. Snacks simples, como uma banana, barras, géis ou gomas podem ajudar a manter os níveis de energia elevados.

6. Ferramentas

Mesmo nas provas com bastante apoio externo, esse apoio terá provavelmente distâncias entre 10 e 20 km sem pontos de abastecimento. É importante levar ferramentas próprias e saber como as utilizar. Recomendamos que leves um kit de reparação de pneus, duas câmaras de ar, uma multi-ferramenta e uma bomba de mão para impedir que tenhas de levar a bicicleta a pé por longas distâncias em zonas sem rede móvel.

Ciclistas num pavimento duro e estrada de gravel

Escolhe a tua prova de gravel

Encontrar a prova perfeita é uma decisão pessoal. Tem em conta a tua experiência, as tuas expetativas para a prova e os objetivos competitivos que tens em mente. Tens experiência em fazer percursos mais longos, participar em granfondos com a tua bicicleta de estrada ou estás apenas a começar? Queres simplesmente experimentar uma prova de gravel para ver como é ou esperas alcançar algum objetivo competitivo? Existem percursos e provas locais que possas explorar ou vais viajar especificamente para um destino para competir?

Todos estes fatores devem ser considerados na escolha da tua primeira prova. Tem em consideração que não igual fazer um quilómetro em estrada e um quilómetro em gravel. Se em outros países já existem várias provas de gravel, em Portugal começam agora a surgir os primeiros eventos dedicados ao gravel.

Dois ciclistas a pedalar em direção à câmara numa estrada de gravel dura

Está na hora de treinar

Agora que escolheste e te inscreveste numa prova, chegou o momento de treinar. Ninguém te conhece melhor do que tu mesmo, por isso deves encarar este guia como uma introdução e adaptar o teu plano conforme necessário. Consulta o teu médico, se tiveres alguma dúvida, antes de iniciar o plano de treino.

1. Planeia a tua rotina

Recomendamos que treines até teres capacidade de enfrentar 90% da distância da prova antes de chegar o derradeiro dia. Se planeias participar numa corrida de 80 km, mas geralmente paras no quilómetro 30, controla o teu ritmo nas semanas de preparação para a prova e vai intensificando de forma progressiva até aos 70 km. Isto pode significar alternar entre percursos de 30 e 40 km durante as duas primeiras semanas, aumentando para percursos de 30 a 50 km durante a terceira e quarta semanas. Quando chegares à quinta semana, tenta pedalar 40 km na segunda-feira, 30 km na quarta-feira, 20 km na sexta-feira e fazer um esforço para percorrer 70 km no fim de semana. Ainda tens energia? Vai com tudo e faz um percurso completo de 80 km no fim de semana seguinte.

Descansa entre os treinos enquanto melhoras a tua resistência e sê paciente. Desenvolver a resistência é algo que leva tempo. Por isso, se for possível, começa a treinar alguns meses antes da prova escolhida.

2. Mudança de cenário

A vida diária pode ser muito preenchida e dificultar que encontres locais com percursos e dificuldades diferentes para treinar durante a semana. Um percurso plano pode ser bom para manter a forma física mas não irá ajudar a melhorar a capacidade e técnica de condução da bicicleta em terrenos íngremes e soltos. Sempre que possível, experimenta pedalar por diferentes percursos e opta por estradas de gravel e terra batida. Se tiveres confiança na condução da tua bicicleta em percursos de todo-o-terreno e com superfícies desafiantes, vais ter a tarefa facilitada no dia da prova.

3. Conhece o percurso

Explora o percurso da prova para conhecer as dificuldades do percurso que irás enfrentar. Antes de chegar o dia da prova, dedica tempo para treinares subidas em vários tipos de terreno e trabalha a resistência para enfrentar as subidas longas e em terreno solto que poderás encontrar no percurso da prova. Prepara também as descidas e pratica técnicas como curvar em descidas íngremes e de terreno solto.

Ciclista a chegar à linha de partida de uma corrida de gravel

Tudo a postos para o dia da prova?

1. A noite anterior

Pode ser tentador mudar as coisas à última hora, mas recomendamos que sigas a tua rotina habitual antes da prova. Janta uma refeição saudável e faz uma última inspeção na tua bicicleta. Verifica a pressão dos pneus, a modulação dos travões, lubrifica a corrente e experimenta as mudanças para garantir que está tudo a funcionar devidamente. Prepara também as tuas ferramentas, o kit de reparação e a tua nutrição para teres tudo a postos na manhã da prova. E não te esqueças do capacete e das tuas meias da sorte.

2. Manhã da corrida

Depois de comeres um pequeno-almoço saudável, desloca-te para o local de partida. Se ainda não recolheste num dos dias anteriores à prova, vais ter de encontrar o secretariado para levantar o dorsal. O staff de apoio da organização vai ajudar a esclarecer qualquer detalhe necessário antes de ires para a linha de partida e te preparares para iniciar a prova.

3. A volta

Chegou a hora da diversão. As corridas de gravel são únicas em comparação com outras modalidades de ciclismo. É provável que haja momentos em que estejas no meio de um grupo de ciclistas entusiasmados a avançar pela estrada fora e outros momentos em que vais percorrer vários quilómetros sem ver outro ciclista. Quando estiveres no meio de grupos agitados, vai ser fácil manteres os níveis de energia elevados. Porém, alguns dos momentos mais desafiantes vão surgir quando estiveres sem mais ninguém à volta. Dedica tempo para definires pequenos objetivos durante a prova, como chegar ao próximo sinal ou passar a próxima curva, e celebra cada objetivo ultrapassado para manteres o otimismo quando as coisas se complicarem mais.

4. A celebração

Quando terminares a prova, é provável que te encontres uma grande festa na meta. Celebra os objetivos que alcançaste e o desafio que conseguiste conquistar. Descontrai e diverte-te!

Agora que já sabes o que esperar, a parte divertida depende de ti. Procura provas na tua zona ou no resto do país, inscreve-te na tua primeira aventura e faz-te à estrada!

About the Author: Trek

Our mission: we build only products we love, provide incredible hospitality to our customers, and change the world by getting more people on bikes.