Portugal / Português
You're looking at the Português version of the website. Don’t worry. We’ve all taken a wrong turn before. Choose a different version of the website here.

Fica mais rápido nos trilhos numa semana As mudanças não ocorrem da noite para o dia, mas e que tal no espaço de uma semana?

Fica mais rápido nos trilhos numa semana As mudanças não ocorrem da noite para o dia, mas e que tal no espaço de uma semana?

Todos nós desejamos acordar de manhã e bater recordes nos trilhos mas, na realidade, atingir a máxima forma física demora o seu tempo. Mas se não tivermos muito tempo, é possível melhorar a forma de pedalar numa semana?

Embora alguns ciclistas acreditem que as suas meias da sorte os fazem acelerar nos dias das competições, não podemos fiar-nos de forma consistente num pouco de superstição para pedalarmos mais rápido e seria mais realista dedicar meses de elevado compromisso para alcançar o pódio. Mas se o tempo é essencial e se colocares o foco no sítio certo, há a forte possibilidade de poderes ter pequenos ganhos ao longo de sete dias. Vamos falar com a Christina Chappetta da Pinkbike @cchappetta1 para ficarmos a saber qual o nível de melhoria que podemos ter se nos dedicarmos a desenvolver técnicas e quais as áreas em que nos devemos de focar para obter esses ganhos quando temos pouco tempo e a velocidade é o objetivo.

Como pedalar mais rápido numa semana

Primeiro o mais importante, vai ser preciso medir se realmente ficaste mais rápido/a, o que significa que precisas de montar uma espécie de experiência para determinar se os tuas maiores velocidades alteram ao longo do tempo. Segue o exercício abaixo para registares a tua velocidade atual e regista o teu progresso no final da semana.

1. Escolhe um trilho específico para avaliares o teu progresso.

O segredo para conseguires ganhos mensuráveis no espaço de uma semana é teres uma base e levares a experiência até ao fim. Não vais conseguir medir se estás a pedalar mais rápido se fores para um trilho diferente, pelo que deves certificar-te que utilizas o mesmo trilho durante toda a semana.

2. Leva um amigo

A melhor forma de melhorares a pedalar é teres uma perspetiva externa. Isso significa pedalar com alguém um pouco mais rápido do que tu e que tenha conhecimentos para encontrar as melhores trajetórias e que tenha técnica para passar pelas partes mais complicadas do trilho.

Mas isto é mais do que obter dicas de amigos. As condições de onde se pedala podem alterar a velocidade dramaticamente. Se no início do dia estiveres a andar por terrenos muito enlameados e terminares em terreno escorregadio e húmido, vai ser difícil ver uma melhoria no teu tempo e podes até mesmo fazer uma volta mais lenta. Ao pedalares com uma pessoa amiga, podes obter uma representação mais fiel das tuas melhorias ao calcular a tua velocidade como uma percentagem dessa pessoa, embora tenhas que fazer alguns cálculos.

Após cada volta cronometrada, divide o tempo da volta do teu amigo pelo teu tempo e calcula em percentagem quão mais rápido ou lento foste em relação ao teu amigo. Se souberes que és 8% mais lento que o teu amigo no primeiro dia, vai ser mais fácil ver se obtiveste ganhos em relação a ele no final de uma semana, mesmo que as condições para pedalar tenham mudado.

Aqui fica uma fórmula rápida para calcular a tua velocidade como percentagem da velocidade do teu amigo:

O tempo do teu amigo em segundos= X

O teu tempo em segundos= Y

A diferença entre os tempos = Z

Fórmula: X/Y = Z

Exemplo:

O tempo do teu amigo = 97 segundos

O teu tempo = 103 segundos

97/103 = 0,94

Move o marcador decimal duas casas para a direita para ficares com uma percentagem decimal e vais perceber que a tua velocidade é 94% a velocidade do teu amigo ou, por outras palavras, és 6% mais lento.

Por que é que isto é importante?

Nós sabemos que as condições para pedalar podem alterar, mas a diferença de velocidade entre ti e o teu amigo é um reflexo honesto da tua velocidade. Se as condições forem diferentes numa semana, isto vai impactar a forma de pedalar dos dois, mas se encurtares a diferença de 8% para 6% vais perceber que ficaste mais rápido e não fica tudo perdido na lama dos trilhos de terra batida.

3. Define a fasquia

Dá uma volta de treino com o teu amigo para conheceres o trilho antes de dares uma volta no máximo do teu desempenho. Assim que a volta de treino estiver feita, vai a fundo no trilho, mesmo no teu máximo, e cronometra a volta para veres a tua velocidade máxima. Regista o teu tempo e utiliza a fórmula acima para calculares a tua velocidade como percentagem da velocidade do teu amigo. Guarda as tuas notas para saberes qual é a tua base quando fores outra vez a fundo na próxima semana.

4. Divide-o por partes

Pode ser difícil delimitar um trilho inteiro quando se procura onde melhorar, mas dividi-lo em partes digeríveis faz com que seja mais simples. Pensa no trilho como quatro ou mais segmentos, dependendo da sua extensão, com marcos paisagísticos de partida e paragem definidos (como um cruzamento, uma árvore torta ou outras características do trilho) para poderes ver onde esses pontos estão localizados, o que os antecede e o que se segue e onde é que a tua prestação foi boa e onde precisa de mais um pouco de trabalho.

5. Espaço para melhorar

Se tiveres uma GoPro ou outra câmara de ação, utiliza-a para obteres imagens de todas as voltas. Isto vai ajudar-te a ficares com uma ideia de onde é que estás a perder velocidade, onde é que estás a fazer aquele duplo na perfeição e onde é que deves praticar um pouco mais. Se não tiveres uma câmara de filmar, não há problema, faz o teu melhor para tirares notas mentais onde é que te sentiste melhor ou pede ao teu amigo para te ver a pedalar detrás. Anota como te sentes e como é que os outros analisam a tua forma de pedalar.

O segmento principal foi muito duro e dissonante?

Talvez tenhas fixado a posição dos teus cotovelos quando estavas num jardim de pedras em vez de te deixares ires com o fluir do trilho?

Não tens certeza acerca da melhor trajetória numa curva acentuada à esquerda cheia de raízes?

Toma nota das zonas que causaram problemas e repete-as algumas vezes. Tenta seguir uma ou duas vezes o teu amigo nestes segmentos para poderes observar qual a trajetória escolhida e como é que ele lida com o terreno de forma diferente? Alterna a pedalar à frente atrás para poderes seguir a trajetória do teu amigo ou obtém conselhos e perspetiva acerca da tua forma de andar.

1/2

A bolsa de cintura Rapid Pack Hydro permite que leves muito equipamento e hidratação para ires a fundo nas tuas voltas e mostrares toda a tua velocidade nos trilhos.

2/2

6. A prática leva à perfeição

Há alguma verdade no velho ditado e pedalar muitos quilómetros em terra batida vai fazer uma enorme diferença na forma como pedalas. No decorrer da semana, trabalha no sentido de dominares cada segmento do trilho que te causou problemas na tua primeira volta cronometrada até que te sintas confiante e fluído. Pedala nas zonas difíceis de forma individual, depois junta-as em segmentos e, eventualmente, junta todos os segmentos numa volta completa. Não tenhas problemas em andar a pé a com a bicicleta algumas vezes para analisares a fundo os pontos que te estão a abrandar.

7. Regista o teu progresso, prepara-te e vai.

Assim que concluíres uma semana de treino intenso e de escolhas inteligentes das trajetórias, está na altura de repetir o processo inicial. Telefona ao teu amigo que te acompanhou desde o primeiro minuto e vão juntos para o trilho. Dá uma volta de treino no trilho para verificares as condições em que está e repete o processo de cronometragem da primeira volta cronometrada. Analisa os números utilizando a fórmula do Passo 2 para calculares em percentagem a diferença entre o teu novo tempo e o novo tempo do teu amigo.

O que achaste? Ficaste mais rápido após uma semana?
Diz-nos nos comentários!

Encontra os pneus de montanha para ti

O nosso guia de pneus de montanha, com base em como e onde pedalas, ajuda-te a encontrar os pneus com o melhor piso e a melhor carcaça para maximizar a tua performance.
ENCONTRA OS TEUS PNEUS

About the Author: Trek

Our mission: we build only products we love, provide incredible hospitality to our customers, and change the world by getting more people on bikes.